Dicas 3

Como saber se o seu ISP está praticando Traffic Shaping

A maioria das operadoras de internet no Brasil, como GVT, NET e OI praticam o chamado Traffic Shaping, que é a redução da velocidade da internet para alguns serviços específicos, como VoIP, Netflix e Torrents. Nem todos os clientes e cidades são afetados pelo Traffic Shaping das empresas de telecomunicações, então é importante saber se você sofre com isso para poder reclamar, já que o processo é proibido no país.

Para facilitar a sua vida, a dica de hoje é um site chamado Glasnost que projetou um teste para que você mesmo possa testar a sua internet e verificar se você sofre com o bloqueio.

Testando o Traffic Shaping

Fazer o teste de traffic shaping da Glasnost é muito simples, primeiro entre neste link e procure a parte da página mostrada na imagem abaixo.

teste-traffic-shaping-overgeek

Em seguida basta escolher o serviço que você acha que está com uma velocidade de internet abaixo da contratada. Nos serviços de troca de arquivos, temos o BitTorrent, o eMule e o Gnutella. Nos serviços gerais temos o Email, a transferência por HTTP, a transferência por SSH e a Usenet. Já para os streamings temos o Youtube, mas também serve para o Netflix.

Depois disso é só clicar no botão >> Start testing << e aguardar. Em geral os testes levam 8 minutos para terminar. Ao final do processo será apresentado um detalhamento do que foi verificado e se a sua internet está sofrendo com traffic shaping ou não. Se você não sabe inglês, copie o texto e coloque no Google Tradutor.

Espero que tenham gostado da dica e não esqueçam de comentar no post qual é a sua operadora de internet e se ela pratica ou não a redução de velocidade. No meu caso, moro no centro de Curitiba e a NET não faz traffic shaping, mas sei que em outros bairros da cidade ela pratica.

Você também vai gostar de