Artigos

Adição artificial de dificuldade

Você chega no menu de seleção do seu personagem, e a primeira opção é referente ao nome do personagem. Às vezes uma escolha simples, às vezes nem tanto – especialmente em caso de jogos online, nos quais não pode haver nomes repetidos. A segunda parte é o gênero do personagem – masculino ou feminino, já que não se trata de um tumblr -, seguido da escolha da raça.

A escolha mais lógica seria pegar uma raça que se encaixe bem com as suas características de jogo, prevendo desde cedo como será feito o desenvolvimento do personagem – muitas vezes o próprio nome vai remeter a uma característica do que vai ser criado posteriormente, com o decorrer da aventura.

Em pouquíssimos casos a escolha da raça ou classe vai ser neutra na árvore de habilidades, e é oferecida de acordo com o personagem – um elfo tende a ter qualidades positivas em arco, e menos resistência a dano, então vão ser oferecidos upgrades nesse estilo de jogabilidade. Do mesmo modo, um guerreiro vai ter opções de upgrades em combate de curta distância e mais resistência a golpes.

Mas e se não for tão simples assim?

Lista de raças disponíveis no TES V: Skyrim -> https://hubpages.com/games-hobbies/The-Elder-Scrolls-V-Skyrim-Races

Aqui há uma complexidade maior na escolha do personagem desde o começo, já que cada um apresentará algumas características passivas, sejam elas benéficas ou não, e haverá pelo menos três escolhas boas para quase qualquer característica pessoal de jogabilidade. A raça do personagem vai influenciar, direcionando (nem tão) indiretamente a sua jornada.

É quase óbvio que, caso seja selecionado um Orc, este não terá nenhuma desenvoltura ou característica que seja benéfica para que seja usado arco ou magia, mas voltado para características de resistência de dano e ataque a curta distância. O natural seria descartar essa raça caso queira se desenvolver um personagem mais ágil e/ou apto com magias.

Mas por que não adicionar um pouco mais ao desafio, e fazer exatamente o seria imediatamente descartado? Manter-se em uma zona de conforto com o personagem é bom por um lado, ao mesmo tempo que vai te deixar preso em um caminho predefinido, facilitando o caminho a ser percorrido. A jogada padrão não vai ser menos divertida ou contar menos história, mas vai te deixar em uma situação confortável.

Um conjunto de características contrário ao seu estilo de jogo vai, involuntariamente, lhe propor um desafio extra desde o começo do jogo, sendo necessária mais habilidade com determinado desenvolvimento até que se atinja um ponto no qual esse desenvolvimento esteja de fato dominado. Então… o que está esperando para fazer o seu anão ladrão especialista em magias de Summoner?

Você também vai gostar de